Maré, parte 2

Perto e longe
Em cada porto vou

Em cada lugar, atraco:
como se atracar fosse desabar
Faço de mim maré
Hoje já sou mar

Evapora.
E em cada poro do ser
respinga água e sal
Viro vendaval

Flor divina,
me tira daqui!
Porque por aqui atracar,
virei ferida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s